11 de fevereiro de 2013

Dar a quem precisa

      Em virtude de o número de paroquianos que nos pedem auxílio ter aumentado substancialmente, fomos obrigados a rever as famílias a quem estamos a prestar auxílio habitual e, simultaneamente, apurar com mais pormenor as necessidades de cada uma.
Estamos, neste momento nesse trabalho de selecção e de apuramento, dando, certamente, aos paroquianos a primazia na atenção de quaisquer benefícios a conceder.
É custoso ter de dizer não a outras famílias de paróquias diferentes, mas não podemos proceder de outra maneira.
Agradecemos a todos os que, com tanta generosidade, nos tem oferecido dinheiro, géneros alimentícios e roupa, embora seja dos dois primeiros que mais necessidade temos.

Sem comentários:

Enviar um comentário